Tomografia computadorizada de feixe-cônico revoluciona a Odontologia

Prof. Dr. Claudio Costa*

Prof. Rodolfo Giannakopoulos**

*Professor Associado (Livre-Docente) da Disciplina de Radiologia da FOUSP;

Professor Titular da Unip, Unicsul e Unicastelo; Professor da EAP/APCD

**Mestre em Radiologia pela FOUSP; Professor da EAP/APCD; Diretor Clínico

da IsoOrthographic

A manipulação das imagens é realizada com o auxílio de um computador.

A Odontologia vive hoje tempos de mudanças tecnológicas cada vez mais intensas e que muitas vezes nos surpreendem. Alguns colegas devem lembrarse da revolução causada com o surgimento dos aparelhos panorâmicos no Brasil na década de 60 e a transformação da Radiologia desde então. Este desenvolvimento não cessa e agora temos a nova tecnologia de Tomografia Computadorizada de Feixe-Cônico. Este tipo de Tomografia Computadorizada surgiu como necessidade específica da Odontologia, pois até então, éramos obrigados a utilizar tomógrafos computadorizados médicos, de custo elevado e com altíssimas doses de radiação. A vantagem do uso deste tipo de exame é bastante clara para os Radiologistas, uma vez que podemos adquirir todas as estruturas maxilofaciais do paciente em volume, ou seja, em terceira dimensão, e posteriormente com o uso do programa de computador este volume poderá ser transformado em imagens axiais, coronais, sagitais e panorâmicas.

Recentemente em 2005, o Prof. Claudio Costa, Diretor do Departamento de Radiologia da APCD e Professor da USP, Unip, Unicsul, Unicastelo e EAP/APCD esteve na Universidade da California em Los Angeles (UCLA) como Pesquisador Visitante desenvolvendo trabalho sob orientação do Prof. Stuart White.

De volta ao Brasil decidiu trazer essa nova tecnologia para uso imediato na cidade de São Paulo, juntando-se a um grupo de colegas que perceberam estar diante de um novo paradigma da especialidade e da própria maneira de se avaliar os pacientes. Em São Paulo, o Prof. Claudio Costa utiliza o tomógrafo

Newtom 3G, produzido pela QR Verona da Itália, tendo ajudado a desenvolver alguns protocolos relacionados com as reconstruções de modelos tridimensionais e executando a chamada Prototipagem Biomédica em parceria com empresas brasileiras. Com a possibilidade de aquisição volumétrica com tempo de exposição de 36 segundos e baixa dose de radiação (apenas 3% de uma TC médica).

O Prof. Claudio Costa no mês de Junho esteve na cidade de Cuiabá, ministrando curso nacional aos Radiologistas de todo o Brasil sobre o tema “Tomografia Computadorizada de Feixe-Cônico um novo paradigma”, Outro colega, o Prof. Rodolfo Giannakopoulos, professor da EAP/APCD e Diretor Clínico da IsoOrthographic acredita que as clínicas de Radiologia poderão oferecer aos colegas Cirurgiões-Dentistas a possibilidade de compartilhar estes exames tomográficos computadorizados, interagindo através de softwares, já disponíveis, para a elaboração de laudos e planejamento para implantes. Segundo o Prof. Rodolfo, todas as especialidades da Odontologia serão beneficiadas por esta revolucionária tecnologia podendo-se citar a localização espacial de dentes para a Cirurgia, Ortodontia e Odontopediatria, estudo tridimensional da crista óssea alveolar para a Periodontia, estudos da ATM e Oclusão e planejamento em Implantodontia entre outros.

Os Profs. Claudio Costa e Rodolfo Giannakopoulos têm contribuído academicamente com a elaboração de trabalhos de pesquisa e teses por colegas utilizando o tomógrafo Newtom 3G, podendo-se citar instituições como a USP, Unesp, Unifesp, Unip e a própria APCD. Ao final podemos verificar que as novas tecnologias estão chegando de forma rápida , beneficiando a população e os profissionais do Brasil.

Este artigo não reflete obrigatoriamente a opinião do Laboratório Aliança.